logo

Projeto Alagoas feita a mão desembarca em Nova York

Projeto Alagoas feita a mão desembarca em Nova York

Diversidade arte popular alagoana está na exposição na Casa Brasil Nova York 2022, que acontece de 11 a 25 de maio nos EUA

Os artesãos da Ilha da Ferro, em Pão de Açúcar, ganham mais uma vez o mercado internacional. Com patrocínio do programa Alagoas Feita à Mão, realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), os artesãos desembarcam em Nova York, agregando mais brasilidade à Casa Brasil Nova York 2022, que acontece de 11 a 25 de maio.

Com curadoria de Marco Aurélio Pulchério (Marco500) e Rodrigo Ambrosio, o projeto reúne, além de novas obras, parte das criações que se destacaram na mostra “Alagoas – The Brazilian Artisanal Soul”, realizada durante a Semana de Arte e Design de Miami, em dezembro de 2021. São trabalhos de mestres e artesãos que perpetuam saberes que atravessam gerações, ao mesmo tempo em que imprimem suas visões particulares, revelando visões instigantes sobre o mundo.

Entre os participantes estão mestres como Maria Cícera, Patrimônio Vivo de Alagoas, Aberaldo e Irineia, além de artistas populares como Adriana Siqueira, Boró Sandes e Lucas Lessa. As obras dialogam com o tema principal da Casa Brasil Nova York 2022, que é “Brasil in Natura, terra adentro”, que tem curadoria assinada por Natasha Schlobach.

A realização é da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e tem o objetivo de promover produtos brasileiros com alto design, qualidade, sustentabilidade e inovação, aproximando empresários brasileiros dos setores de Casa & Construção de potenciais compradores nos EUA.

Ficha técnica
Curadoria:
Rodrigo Ambrosio
Marco Aurélio Pulchério

Coordenação:
Daniela Vasconcelos

Mestres e artesãos:
Mestre Aberaldo
Mestre André da Marinheira
Mestre Chico Cigano
Mestre Irineia
Mestre Sil
Mestre Maria Cícera

Artistas Populares
Adriana Siqueira
Boró Sandes
Clemilton
Ismael de Dedé
Lucas Lessa
Salvinho e Cicinho
Zé Crente

Realização:
Marco500

FONTE: Ascom Sedetur // TEXTO: Isabella Padilha

Compartilhar:




Comentários:

Colunistas