04 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioEconomiaA Bahia está novamente no topo

A Bahia está novamente no topo

Em uma competição que incluiu produtores de Cacau de diversas partes do mundo, Bahia volta ao topo com medalha de ouro no Oscar do Chocolate.

Luciano Ramos de Lima, um produtor de cacau sediado em Ilhéus, no Sul da Bahia, alcançou a medalha de ouro no prestigiado concurso Cacao of Excellence 2023, realizado nesta quinta-feira (8) em Amsterdã, na Holanda.

- Continua depois da publicidade -

Ele competiu com os paraenses Miriam Federicci Vieira, também premiada com ouro, e Robson Brogni, que ficou com a prata. As amêndoas baianas já se destacaram em várias ocasiões anteriores, como em 2010, 2011 e 2021.

As amêndoas de Luciano, da variedade BN 34, têm sido consistentemente reconhecidas, como no 4º Concurso Nacional de Qualidade de Cacau, em 2022, onde conquistou o segundo lugar. Ele cultiva o fruto na Fazenda São Sebastião, seguindo os altos padrões de excelência que fazem de Ilhéus um centro de produção de cacau de alta qualidade, capaz de produzir chocolates igualmente apreciados por especialistas e consumidores em geral.

LEIA TAMBÉM:
A saga de Whindersson para construir um teatro onde nasceu
Nordeste ganha novo Parque Eólico de Gigante Holandesa
Como é o feriado de carnaval nas cidades do Nordeste?

O governo da Bahia está investindo na revitalização da indústria cacaueira, uma das principais atividades agrícolas do estado. Através de iniciativas como o projeto Parceiros da Mata, que conta com investimentos de US$ 150 milhões, busca-se reverter a degradação ambiental e a perda de biodiversidade na região sul da Bahia, fortalecendo os sistemas produtivos do cacau cabruca, que envolvem o cultivo do fruto sob a sombra de árvores nativas.

O secretário da Agricultura da Bahia, Wallison Tum, ressalta que essas iniciativas, juntamente com outras que fornecem assistência técnica, crédito e formação, têm como objetivo aumentar a qualidade e a produtividade do cacau, que já rendeu ao estado outras medalhas de ouro no mundo do chocolate. Também há incentivos para o processamento do cacau, resultando em chocolates finos e outros derivados que impulsionam o mercado, com o surgimento de mais de 200 marcas com origem na Bahia.

LEIA TAMBÉM:
Nordeste registra chuvas acima da média e beneficia setores
Cidade do Nordeste se destaca na cena gastronômica mundial
Cidades do Nordeste têm a cesta básica mais barata do Brasil
Estado do Nordeste é o 1º do Brasil em vendas no comércio

“Com isso, o governo está enaltecendo a cadeia produtiva do cacau e do chocolate, criando oportunidades de renda, emprego e desenvolvimento sustentável para os produtores rurais e para toda a sociedade baiana”, destaca o gestor.

 

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Nordeste comanda ranking CVC dos destinos mais procurados para as férias de julho

A operadora reforça a operação de voos exclusivos e bloqueios para algumas das cidades mais procuradas para o período, tanto em destinos nacionais quanto...