06 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioCotidianoAposentadoria em 2024: entenda as mudanças

Aposentadoria em 2024: entenda as mudanças

Reforma da Previdência estabelece regras automáticas de transição

Atenção aos ajustes nas regras previdenciárias para quem está prestes a se aposentar, conforme estabelecido pela reforma da Previdência. As regras automáticas de transição implicam mudanças na concessão de benefícios a cada ano. Veja as modificações que entram em vigor neste ano:

Aposentadoria por Tempo de Contribuição:

  • A reforma estabeleceu quatro regras de transição, com duas delas sofrendo alterações de 2023 para 2024.
  • Na primeira regra, que utiliza o cronograma de transição 86/96, a pontuação necessária para a aposentadoria subiu para 91 pontos (mulheres) e 101 pontos (homens).
  • Os servidores públicos seguem a mesma regra, exigindo 62 anos de idade e 35 anos de contribuição (homens), 57 anos de idade e 30 anos (mulheres), além de 20 anos no serviço público e cinco anos no cargo.
  • Na segunda regra, que prevê idade mínima mais baixa para quem tem longo tempo de contribuição, a idade mínima para requerer o benefício passou para 58 anos e meio (mulheres) e 63 anos e meio (homens). A reforma acrescenta seis meses às idades mínimas a cada ano até atingirem 62 anos (mulheres) e 65 anos (homens) em 2031.

Aposentadoria por Idade:

  • Desde 2023, a regra para aposentadoria por idade está plenamente em vigor, destinada a trabalhadores de baixa renda.
  • Homens têm idade mínima de 65 anos desde 2019, enquanto mulheres têm idade de transição fixada em 62 anos desde 2023. Ambos necessitam de 15 anos de contribuição.

LEIA TAMBÉM:
Casal nordestino inova e faz Chá Revelação com cuscuz
Explore a Paraíba! Destino perfeito para o Verão, do litoral ao interior
A importância do Verão para o Nordeste; entenda

- Continua depois da publicidade -

Pedágio:

  • Para servidores públicos, a regra do pedágio impõe 100% sobre o tempo de contribuição para quem tem mais de 60 anos de idade e 35 anos de contribuição (homens) ou 57 anos de idade e 30 anos de contribuição (mulheres). É necessário cumprir o dobro do período que faltava para se aposentar em 2019, com 20 anos de serviço público e cinco anos no cargo.
  • A regra de pedágio para o setor privado, que exigia 50% a mais do tempo que faltava para se aposentar, foi integralmente cumprida em 2022 e não beneficia mais ninguém em 2024.

Em resumo, a reforma da Previdência impacta as condições de aposentadoria, sendo fundamental compreender as novas regras e suas implicações.

REDAÇÃO COM AGÊNCIA BRASIL

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Governo Federal destina R$ 30 milhões para Contenção de Encostas em Recife e Cabo de Santo Agostinho

O Governo Federal anunciou a destinação de R$ 30 milhões para obras de contenção de encostas em Recife e Cabo de Santo Agostinho, em...