08 / 05 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioCotidianoMais de 150 escolas públicas baianas serão beneficiadas com geração de energia...

Mais de 150 escolas públicas baianas serão beneficiadas com geração de energia solar

Mais de 150 escolas públicas da Bahia serão favorecidas com a implementação de sistemas de energia solar. Em breve, essas escolas, que fazem parte da rede estadual de ensino e operam em regime integral, deixarão de depender exclusivamente da rede elétrica tradicional e passarão a contar com placas solares fotovoltaicas para suprir suas necessidades energéticas. Essa iniciativa inovadora é fruto de uma parceria entre as Secretarias Estaduais de Infraestrutura (Seinfra) e de Educação (SEC), e está atualmente na fase de chamamento público, permitindo que empresas do setor energético interessadas apresentem suas propostas. A próxima etapa do processo de licitação ocorrerá no dia 13 de julho deste ano, quando os envelopes serão abertos.

Sérgio Brito, secretário de Infraestrutura da Bahia, destaca que, após a assinatura da ordem de serviço, espera-se que a instalação das placas solares nas escolas públicas seja concluída em até 24 meses, com um investimento estimado em cerca de R$200 milhões. Nessa primeira fase do projeto, a capacidade total instalada será de 47.000 kWp, o que permitirá a geração de energia elétrica para abastecer as mais de 150 escolas de tempo integral em todo o estado.

- Continua depois da publicidade -

Além de proporcionar uma educação de qualidade para a comunidade escolar, o Governo do Estado também busca investir em soluções sustentáveis do ponto de vista ambiental e econômico, garantindo o funcionamento adequado das escolas. Essa iniciativa demonstra a preocupação do governo com o bem-estar da população e com o meio ambiente, tanto a curto, médio quanto a longo prazo. Vale ressaltar que a questão da sustentabilidade ambiental também faz parte do currículo dos estudantes da rede estadual de ensino, contribuindo para a formação de cidadãos conscientes.

Além dos benefícios financeiros decorrentes da redução nos custos de energia elétrica, a instalação de placas solares nas escolas públicas também traz vantagens significativas para o meio ambiente. A geração de energia a partir de fontes sustentáveis e limpas contribui para a sustentabilidade ambiental. As empresas contratadas serão responsáveis por desenvolver e implementar o projeto de placas solares no modelo de geração distribuída, ou seja, produzindo energia para consumo próprio, com o objetivo de suprir as demandas elétricas das escolas estaduais.

Em busca da transição energética, que envolve a transformação da matriz energética atual por meio do aumento da participação de fontes renováveis, como solar e eólica, o Governo do Estado vem incentivando a geração centralizada de energia elétrica nos últimos anos. Estudos como os Atlas Solar e Eólico têm sido fundamentais para atrair novos investimentos e a implantação de parques de grande capacidade. Isso resultou no destaque da Bahia no ranking nacional de produção de energia em ambas as fontes em 2022, com 69 empreendimentos solares e 281 parques eólicos em operação, com capacidades instaladas de 2,1 GW e 7,7 GW, respectivamente.

REDAÇÃO COM Ascom/Seinfra

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Governo coloca Canal do Sertão no Novo PAC e garante verba

Publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (8), uma nova resolução traz esperanças renovadas para o estado de Alagoas. A inclusão do Trecho...