05 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioCotidianoNordeste fortalece formação de especialistas em surtos

Nordeste fortalece formação de especialistas em surtos

O Nordeste está fortalecendo a formação de especialistas em surtos. Isto porque profissionais de toda a região participam nesta semana do Curso de Especialização em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EpiSUS-Intermediário). A iniciativa é uma parceria entre o Ministério da Saúde e a Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE). E deste encontra abre-se um novo caminho para profissionais de quatro estados da região: Ceará, Pernambuco, Paraíba e Piauí.

Este curso, pioneiro na região, propõe uma imersão de nove meses focada no desenvolvimento e na ampliação das habilidades dos participantes na investigação de surtos e óbitos. Além disso, também mira a implementação de estratégias de vigilância em saúde pública. A iniciativa não apenas promove a qualificação da força de trabalho. Mas também fortalece a capacidade de resposta a emergências de saúde pública de forma autônoma em cada estado.

- Continua depois da publicidade -

Descentralização para ampliar atendimentos

Edenilo Barreira, coordenador-geral de Preparação de Emergências em Saúde Pública do Ministério da Saúde, destacou durante a aula inaugural a importância da descentralização do EpiSUS-Intermediário como estratégia para capacitar estados a lidar com desafios futuros. A descentralização visa garantir que cada região possua os recursos e habilidades necessárias para proteger sua população de ameaças à saúde pública.

Conceição Portela, enfermeira do Piauí e uma das alunas do curso, expressou entusiasmo em potencializar suas habilidades em vigilância em saúde: “Já trabalho com sistemas de informação, imunização e dados epidemiológicos. Minha expectativa é aprimorar minhas habilidades em campo e análise de dados para melhor apoiar as equipes estratégicas”, afirmou.

O EpiSUS-Intermediário totaliza 564 horas de formação, combinando atividades presenciais na sede da ESP/CE, em Fortaleza, com atividades virtuais e práticas em campo. Além de participar de aulas teóricas e práticas, os alunos deverão desenvolver um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) ao término da especialização.

Olivia Bessa, diretora de Pós-Graduação em Saúde da ESP/CE, celebrou a oportunidade de sediar o curso. Ela também destacou a importância de formar profissionais de excelência para os municípios nordestinos: “Este é um momento crucial para capacitar nossa região e garantir uma resposta eficaz em saúde pública”, ressaltou.

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Mega-Sena acumula e chega 100 milhões para o próximo sorteio

Novamente, nenhum apostador acertou as seis dezenas e levou o concurso 2.732 da Mega-Sena, no sorteio foi realizado na noite desta terça-feira (4), no...