04 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioCotidianoNordeste tem maior cidade do Brasil com tarifa zero no transporte

Nordeste tem maior cidade do Brasil com tarifa zero no transporte

Você já imaginou andar de ônibus, metrô ou trem sem pagar nada? Essa é a proposta da tarifa zero, uma política pública que visa garantir o acesso gratuito ao transporte coletivo urbano para toda a população. Essa ideia, que pode parecer utópica para muitos, já é uma realidade em algumas cidades brasileiras, que decidiram adotar o chamado passe livre pleno, ou seja, que abrange todo o sistema de transporte durante todos os dias da semana. E a maior cidade do Brasil que tomou essa iniciativa fica no Nordeste.

Caucaia, no Ceará, tem 355 mil habitantes. A cidade iniciou o projeto em janeiro deste ano e conta com uma frota de 30 ônibus que atendem dez linhas municipais. O custo do sistema é bancado pela prefeitura, que repassa R$ 1,5 milhão por mês para a empresa de transporte. Fortaleza, a vizinha de Caucaia, também já tem um projeto em tramitação e em breve pode contemplar sua população com transporte gratuito.

- Continua depois da publicidade -

Ao mesmo tempo, outra cidade que se destaca pela tarifa zero é Maricá, no Rio de Janeiro, com 197 mil habitantes. A cidade oferece o passe livre desde 2014, por meio de uma empresa pública de transporte, a Empresa Pública de Transportes (EPT). A EPT conta com uma frota de 130 ônibus que atendem 30 linhas municipais. O custo do sistema é financiado pelo Fundo Soberano de Maricá, um fundo criado a partir dos royalties do petróleo.

Além dessas, outras cidades que adotaram a tarifa zero são: Ibirité (MG), com 170 mil habitantes; Paranaguá (PR), com 145 mil habitantes; e Balneário Camburiú (SC), com 139 mil habitantes.

Brasil tem 84 cidades com tarifa zero

De acordo com um levantamento do pesquisador Daniel Santini, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade de São Paulo (USP), o Brasil atualmente tem 84 cidades com o passe livre no sistema de transporte durante todos os dias da semana. A maioria delas está nos estados de São Paulo (24), Minas Gerais (23), Paraná (dez) e Rio de Janeiro (nove).

Fortaleza também já tem projeto e pode conceder em breve transporte gratuito,

O ano de 2023 foi o que mais registrou novas experiências de tarifa zero no país: 22 municípios aderiram ao sistema. O ano de 2021 foi o segundo em mais adesões: 15 municípios. Santini, que é autor do livro Passe Livre: as Possibilidades da Tarifa Zero contra a Distopia da Uberização, explica que esse crescimento está relacionado à grave crise que o transporte público coletivo enfrenta em todo o país.

“Os motivos para ter um aumento da adoção da tarifa zero em 2023 são muito parecidos com os últimos anos. Isso está relacionado a uma grave crise no transporte público coletivo, em todo o país”, afirma. Ele cita o exemplo do município de São Paulo, que perdeu 1 bilhão de passageiros nos ônibus entre 2013 e 2022. Com menos pessoas transportadas, fica mais difícil manter o equilíbrio financeiro a partir da receita da catraca. Para compensar essa perda, é preciso aumentar o valor da passagem, mas isso faz reduzir ainda mais o número de passageiros.

“A gente tem aí um horizonte que é muito preocupante para a sobrevivência e continuidade de transporte público”, diz Santini, ao destacar que por esse motivo estão sendo estudadas e testadas “novas possibilidades de financiamento e organização”.

A tarifa zero é o sonho de qualquer usuário de transporte público.

Como funciona a tarifa zero?

A tarifa zero consiste em eliminar a cobrança da passagem no transporte coletivo urbano e substituí-la por outras fontes de financiamento. Essas fontes podem variar de acordo com cada cidade, mas geralmente envolvem recursos públicos provenientes de impostos, taxas ou fundos específicos. Alguns exemplos são: imposto sobre serviços (ISS), imposto sobre propriedade predial e territorial urbana (IPTU), contribuição para custeio do serviço de iluminação pública (COSIP), taxa sobre veículos automotores (IPVA), fundo municipal de transporte ou mobilidade urbana, entre outros.

Qual o objetivo da tarifa zero no transporte?

A princípio, o objetivo da tarifa zero é garantir o direito à mobilidade urbana para todos os cidadãos, independentemente da sua renda ou localização. Além disso, a tarifa zero também traz benefícios sociais, econômicos e ambientais, como: redução das desigualdades, aumento da qualidade de vida, estímulo ao comércio e ao turismo local, diminuição do trânsito e da poluição, melhoria da saúde pública, entre outros.

 

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Piauí mira exportação de hidrogênio e precisa do marco legal para desenvolver indústria

O governador do Piauí, Rafael Fonteles (PT), declarou nesta segunda-feira (3/6) que a competitividade do hidrogênio para a indústria local dependerá do marco legal...