20 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioEconomiaSucesso na geração de empregos na PB vem dos pequenos negócios

Sucesso na geração de empregos na PB vem dos pequenos negócios

No cenário econômico, as Micro e Pequenas Empresas (MPE) desempenham um papel crucial na geração de empregos e renda. No mês de novembro, essas empresas contribuíram com 2.750 novas vagas no mercado paraibano, representando 75% do total de postos de trabalho no período, que foi de 3.657. Em contraste, as Médias e Grandes Empresas (MGE) registraram 868 oportunidades.

Os dados foram obtidos por meio de um levantamento realizado pela Usina de Dados do Sebrae/PB, utilizando informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

- Continua depois da publicidade -

Quando analisados por setor, observa-se que os segmentos de serviço (1.380), comércio (936) e construção (266) foram os principais responsáveis pela criação de empregos entre as MPE em novembro, totalizando 2.582 vagas. Os demais setores, como indústria da transformação (168), SIUP (16), extrativa mineral (9) e agropecuária (-25), complementam esses dados.

Entre as MGE, os setores de serviço (545), comércio (292) e construção (131) repetiram a mesma tendência observada entre os pequenos negócios. Segundo a gerente da Unidade de Gestão Estratégica e Monitoramento do Sebrae/PB, Ivani Costa, os números mostram um cenário positivo de contribuição para a economia do estado. “Com os empregos principalmente registrados pelos pequenos negócios, em sua predominância, no Agreste e na Mata Paraibana, regiões com os municípios que mais geraram vagas de trabalho, a economia paraibana mantém seu ritmo de empregabilidade”, pontuou.

Acumulado no ano de 2023

De janeiro a novembro de 2023, as Micro e Pequenas Empresas (MPE) apresentaram um saldo positivo de 20.726 oportunidades, enquanto as Médias e Grandes Empresas (MGE) registraram um decréscimo de -223 postos. João Pessoa liderou com 9.688 novas oportunidades, seguida por Campina Grande, que contribuiu com 2.928 vagas. Outras cidades destacadas foram Cabedelo (1.275), Patos (635) e Bayeux (622).

LEIA TAMBÉM:
Copa do Brasil: sorteio define jogos dos 25 times do Nordeste
Dez experiências que você tem que ter no Carnaval de Recife
Nordeste tem nove dos 10 destinos mais procurados no Carnaval

O crescimento significativo em João Pessoa e Campina Grande pode ser atribuído à chegada de novos empreendimentos no setor de serviços, impulsionado pela retomada da cadeia turística e uma ampla variedade de atividades econômicas voltadas para locação de bens e equipamentos de construção, serviços de bem-estar, lazer e entretenimento, conforme destacado por Ivani Costa.

Ao analisar os setores, observa-se que serviços (8.798), comércio (5.406) e construção (5.331) foram os mais expressivos na criação de postos de trabalho entre as pequenas empresas nesse período. Os demais setores, como indústria de transformação (969), agropecuária (210), extrativa mineral (7) e SIUP (5), completam a estatística.

 

REDAÇÃO com Assessoria

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Lula convoca reunião com governadores do Nordeste

Nesta quinta-feira (20), Fortaleza se torna o palco de um importante encontro político. O presidente Lula, está no Ceará para anunciar investimentos significativos nas...