05 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioEntretenimentoAntonio Nóbrega celebra 50 anos de carreira em Fortaleza

Antonio Nóbrega celebra 50 anos de carreira em Fortaleza

Antonio Nóbrega, multiartista pernambucano com 51 de seus 71 anos de vida dedicados às artes, em especial à cultura popular, traz este mês, a Fortaleza, “Mestiço Florilégio”, espetáculo que estreou em 2022 em Coimbra, Portugal, celebrando cinco décadas de carreira artística. Será única apresentação no dia 30 de março, às 21h, no Theatro José de Alencar, como parte da programação da XIV Bienal Internacional de Dança do Ceará. Apresentada pelo Ministério da Cultura, Governo do Estado do Ceará, Enel Distribuição Ceará e Petrobras, por meio do programa Petrobras Cultural, a Bienal de Dança acontecerá de 28 de março a 7 de abril, com acesso gratuito a toda a programação. Ator, dançarino, instrumentista e cantor, Antonio Nóbrega foi homenageado recentemente, no Carnaval de 2024, pela Escola de Samba Unidos do Porto da Pedra, do Rio de Janeiro, pela sua representatividade em relação à cultura popular brasileira.

“Mestiço Florilégio” é uma criação de Antonio Nóbrega e Rosane Almeida, sua companheira de vida e de arte. Os poetas românticos tinham o hábito de empregar as palavras florilégio e ramalhete com o significado de reunião ou antologia de poemas. Como o nome sugere, é um espetáculo multidisciplinar constituído de canções, interpretações instrumentais, cenas teatrais, cinematografia e peças coreográficas criadas e interpretadas pela dupla de artistas ao longo de 40 anos de história artística comum.

- Continua depois da publicidade -

A base referencial do trabalho de Nóbrega e Rosane está no mundo cultural popular brasileiro. Foi a partir dos cantos, danças, formas poéticas, mitos, gêneros musicais, ritmos etc., vivenciados e estudados desse universo cultural que criaram espetáculos como Brincante, Nove de Frevereiro, Rima, Marco do Meio-dia, entre outros.

 

LEIA TAMBÉM:
Aeroporto do Nordeste é eleito o segundo melhor do mundo
Nova Fábrica da BYD na Bahia já movimenta mercado imobiliário local
Paraíba é o 2º do estado do Brasil em solidez fiscal

Espetáculo vai do arcaico ao moderno

Mestiço Florilégio revela, também, que no Brasil o arcaico e o moderno podem se fundir através do exercício do princípio da complementaridade.  Ou seja, a fusão dos opostos se mostra um dos elementos integradores mais importantes que o país dispõe para a construção de sua cidadania cultural.

“É um espetáculo que se insere no contexto de afirmação e promoção de uma arte e cultura mestiça brasileira cujas bases e matrizes se fundaram e se desenvolveram no estrato sociocultural classes subalternizadas brasileiras, onde se encontravam os negros, os indígenas, os brancos das classes desarrendadas portuguesas, mestiços e pobres de toda ordem”, afirma Antonio Nóbrega. Com esse trabalho, os artistas esperam contribuir para uma visão não folclorizante da cultura popular brasileira e propor caminhos através dos quais ela possa dialogar com a cultura contemporânea.

Apresentada pelo Ministério da Cultura, Governo do Estado do Ceará, Enel Distribuição Ceará e Petrobras, por meio do programa Petrobras Cultural, a 14ª Bienal Internacional de Dança do Ceará é uma realização da Indústria da Dança, tendo como patrocinadores Cagece, Banco do Nordeste (BNB) e Petrobras, via Lei Federal de Incentivo à Cultura. Apoio Institucional: Cineteatro São Luiz, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Hub Cultural Porto Dragão, Escola Porto Iracema das Artes, Theatro José de Alencar, Mercado AlimentaCE, Estação das Artes e Secretaria da Cultura do Ceará por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (Mecenato). Apoio Cultural: Enel Distribuição Ceará. Este projeto conta ainda com a parceria do Consulado Geral da França em Recife, do Centro Cultural Companhia de Dança de Paracuru, do Sobrado da Abolição /Centro Cultural Eduardo Campos – Pacatuba, da ADUFC, Instituto de Cultura e Arte (ICA) da Universidade Federal do Ceará,  do Círculo Operário de Itapipoca, da Prefeitura de Itapipoca, da Prefeitura de Paracuru e da Prefeitura de Trairi, sendo realizado por meio do Edital de Apoio a Festivais Culturais do Ceará da Secretaria da Cultura do Ceará, via Lei Paulo Gustavo.

LEIA TAMBÉM:
O dia em que o Nordeste teve o seu “We Are The World”
Vale do São Francisco exporta quase metade da Manga brasileira; entenda
A força do Nordeste no desafio de ter acesso à água

Ficha técnica

Concepção, encenação e atuação: Antonio Nobrega e Rosane Almeida

Textos teatrais e das canções: Antonio Nobrega, Bráulio Tavares, Rosane Almeida e Wilson Freire

Criação da luz: Marisa Bentivegna

Operacão da luz e vídeo: Kuka

Projeções visuais: Filme Brincante (direção de Walter Carvalho)

Edição visual: Grissel Pinguilim

Som: Tuca Pradella

Operação de som: Gustavo Vale

Contrarregra e roadie: Adilson Santos

Comunicação: Danielle Simões

Artes: Érica de Carvalho

Direção de Produção: Thereza Freitas

Realização: Truléu Produções

SERVIÇO

“Mestiço Florilégio”, de Antonio Nóbrega – Dia 30 de março de 2024, às 21h, no Theatro José de Alencar, como parte da XIV Bienal Internacional de Dança do Ceará. Acesso gratuito. Mais informações no site www.bienaldedanca.com e no Instagram @bienaldedanca. Informações: [email protected].

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Mega-Sena acumula e chega 100 milhões para o próximo sorteio

Novamente, nenhum apostador acertou as seis dezenas e levou o concurso 2.732 da Mega-Sena, no sorteio foi realizado na noite desta terça-feira (4), no...