09 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioEconomiaATENÇÃO, NORDESTE! Governo tem R$ 2 bilhões para avançar tecnologia nas indústrias

ATENÇÃO, NORDESTE! Governo tem R$ 2 bilhões para avançar tecnologia nas indústrias

Objetivo é promover salto tecnológico de micro e pequenas empresas

Ontem a noite, Geraldo Alckmin, vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), lançou o inovador Programa Brasil Mais Produtivo em Brasília. O principal objetivo é impulsionar um avanço tecnológico para micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) industriais no Brasil.

Esta nova etapa do programa destinará um investimento de R$ 2,037 bilhões para promover a transformação digital de 200 mil empresas de diversos setores industriais. O MDIC prevê que, ao longo de três anos, mais de 93,1 mil empresas serão atendidas diretamente para passar por essa revolução digital.

- Continua depois da publicidade -
Vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, lança o novo programa Brasil Mais ProdutivoFabio Rodrigues-Pozzebom Agência Brasil
Vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, lança o novo programa Brasil Mais ProdutivoFabio Rodrigues-Pozzebom Agência Brasil

Geraldo Alckmin destaca a busca objetiva do Brasil Mais Produtivo para diagnosticar, prognosticar e tratar as empresas industriais visando aprimorar a produtividade e a competitividade da economia.

O novo Brasil Mais Produtivo, até 2027, contemplará quatro modalidades de atendimento:

  • Plataforma de produtividade: conectando empresas a ferramentas e cursos essenciais para a transformação digital de forma contínua, beneficiando até 200 mil micro, pequenas e médias empresas.
  • Diagnóstico estratégico de gestão: identificação de oportunidades de melhoria e estabelecimento de novos caminhos para até 50 mil micro e pequenas empresas, através do Sebrae.
  • Otimização de processos industriais: consultorias especializadas do Senai para 30 mil micro e pequenas empresas, além de 3 mil médias indústrias. As consultorias abrangerão áreas como lean manufacturing (para aumentar eficiência e produtividade) e eficiência energética, combinadas com a formação profissional para impulsionar a força de trabalho do país.
  • Transformação digital: apoio ao desenvolvimento e implementação de tecnologias e soluções 4.0 em 360 empresas; transformação digital de 8,4 mil MPMEs através do acesso a pós-graduações especializadas do Senai em smart factory ou fábricas inteligentes.

Ricardo Alban, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), classificou essa nova fase do programa como impactante para a realidade das micro e pequenas empresas, enfatizando a necessidade de encadeamento produtivo para consolidar a nova industrialização brasileira. Ele ressaltou que é fundamental permitir que toda a cadeia seja competitiva para que o processo seja sistêmico.

Alban sublinhou a importância do planejamento estratégico para os empresários, destacando que muitos, imersos na resolução diária de problemas, muitas vezes deixam de perceber o quanto um aumento na produtividade pode torná-los competitivos e aproveitar novas oportunidades.

LEIA TAMBÉM:
A disputa centenária que pode mudar o mapa do Nordeste
Amazon anuncia parque eólico no Nordeste; saiba onde
OLHA O FERIADO! Saiba quais e quantos dias você terá em 2024
Capital do Nordeste pode mudar de nome em breve
Nordeste lidera novas rotas com 62 voos só na alta temporada

Parcerias

Nesta nova fase do programa Brasil Mais Produtivo, o MDIC articulou três novas parcerias para financiar a transformação digital das indústrias do país. Os novos parceiros são o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

Existente desde 2016, o Brasil Mais Produtivo já conta com a participação da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

O diretor de Inovação da Finep, Elias Ramos, reafirmou o compromisso de disponibilizar recursos para apoiar a indústria do país. “As micro, pequenas e médias empresas têm um papel transformador e fundamental no sistema de inovação, pois elas podem questionar padrões e colocar o Brasil no trilho do desenvolvimento”.

O diretor de desenvolvimento Produtivo, Inovação e Comércio Exterior do BNDES, José Luís Gordon, destaca que o banco tem a missão de apoiar as micro, pequenas e médias empresas.

LEIA TAMBÉM:
Ranking elege melhores cidades do Nordeste para envelhecer
Cinco coisas espetaculares que você só vai ver no Nordeste
Escola pública do Nordeste ganha prêmio de melhor do mundo

 

Ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França, fala durante lançamento do novo programa Brasil Mais Produtivo Fabio Rodrigues-Pozzebom Agência Brasil
Ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França, fala durante lançamento do novo programa Brasil Mais Produtivo Fabio Rodrigues-Pozzebom Agência Brasil

O ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França, entende que todos que empreendem por vocação ou por necessidade querem crescer, mas que ainda falta apoio e financiamento. Para Marcio França, a nova fase do programa Brasil Mais Produtivo muda a lógica de investimentos na atividade produtiva deste público. “Esse era o objetivo: a criação de um apoio especial para esses pequenos. O Brasil Mais Produtivo unifica tudo, cria os portais para termos financiamentos de formato reverso, onde o próprio banco oferece para quem quer empreender. E o programa cria uma forma de pontuação para o empreendedor”.

 

REDAÇÃO COM AGÊNCIA BRASIL

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Mega-sena sorteia hoje R$ 112 milhões

As seis dezenas do concurso 2.734 da Mega-Sena serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço da Sorte, localizado na Avenida...