03 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioPolíticaCeará terá R$ 251 milhões para agricultura familiar por meio do...

Ceará terá R$ 251 milhões para agricultura familiar por meio do Programa Sertão Vivo

Durante um evento realizado no Palácio da Abolição, em Fortaleza, nesta quarta-feira (15), o governador Elmano de Freitas anunciou um investimento de R$ 251,6 milhões voltado para o desenvolvimento da agricultura familiar no Ceará. Este investimento, proveniente do Programa Sertão Vivo, é fruto de uma parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

A iniciativa beneficiará 63.111 famílias e a produção rural em 72 municípios que enfrentam alta vulnerabilidade social, climática, hídrica ou alimentar

ANUNCIO DE RECURSOS PARA O PROJETO SERTAO VIVO

Elmano de Freitas ressaltou a importância de investimentos contínuos para o desenvolvimento integral do estado. “O que estamos realizando aqui representa uma mudança significativa na qualidade de vida de milhares de cearenses. Agradecemos ao BNDES pela decisão de apoiar os estados do Nordeste. Este apoio nos permitirá avançar em nosso projeto de desenvolvimento. Agora, é hora de colocar a mão na massa, preparar os processos, e garantir que a população cearense possa melhorar cada vez mais sua qualidade de vida. Estamos dando um passo crucial para impulsionar a agricultura familiar no Ceará”, afirmou.

- Continua depois da publicidade -

Aloizio Mercadante, presidente do BNDES, destacou a importância dos recursos para resolver problemas atuais e proteger as famílias no futuro. “Estamos aqui representando o presidente Lula, que disse que o BNDES precisava agir em prol do povo do Nordeste, do Sertão. Diante dos grandes desafios climáticos no semiárido, precisamos nos antecipar e fornecer recursos hídricos para que essas pessoas possam se proteger. Hoje, estamos aqui para fortalecer esta terra incrível e resiliente que continua a se desenvolver”, comentou.

A execução do projeto será responsabilidade da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), com a participação da Ematerce, secretarias municipais de Agricultura, universidades, movimentos e organizações sociais.

Os municípios beneficiados incluem:

Acarape, Acaraú, Aiuaba, Alto Santo, Apuiarés, Aracoiaba, Aratuba, Arneiroz, Barreira, Barroquinha, Baturité, Bela Cruz, Boa Viagem, Camocim, Canindé, Capistrano, Caridade, Carnaubal, Chaval, Chorozinho, Croatá, Cruz, Ererê, General Sampaio, Granja, Guaraciaba do Norte, Guaramiranga, Ibiapina, Ipu, Iracema, Irauçuba, Itapajé, Itapiúna, Itatira, Jaguaretama, Jaguaribara, Jaguaribe, Jijoca de Jericoacoara, Limoeiro do Norte, Madalena, Marco, Martinópole, Miraíma, Morada Nova, Morrinhos, Mulungu, Ocara, Pacoti, Palhano, Palmácia, Parambu, Paramoti, Pentecoste, Pereiro, Potiretama, Quiterianópolis, Quixeré, Redenção, Russas, São Benedito, São João do Jaguaribe, São Luís do Curu, Tabuleiro do Norte, Tauá, Tejuçuoca, Tianguá, Tururu, Ubajara, Umirim, Uruburetama, Uruoca e Viçosa do Ceará.

Hardi Vieira, Oficial de Programa do FIDA no Brasil, enfatizou a importância da união de forças para a obtenção deste investimento significativo. “Gostaria de destacar a importância das lideranças na concretização deste acordo. O Ceará é pioneiro em várias iniciativas no Brasil, como agora com o Sertão Vivo. Essas iniciativas são cada vez mais relevantes diante dos desafios climáticos enfrentados no país”, afirmou.

Programa Sertão Vivo

O Programa Sertão Vivo permitirá a implementação de sistemas de produção resilientes às mudanças climáticas e a construção de reservatórios de água para uso agrícola, como cisternas-calçadão, barreiros trincheira e barragens subterrâneas. As ações estão alinhadas com as diretrizes do Plano Plurianual (PPA) 2024-2027 do estado e seu planejamento de longo prazo (Ceará 2050), que destacam a redução da pobreza rural, o acesso à água, a elevação do padrão de vida dos agricultores familiares, a inclusão socioeconômica e a sustentabilidade ambiental.

Estiveram presentes no evento o secretário do Desenvolvimento Agrário, Moisés Bráz; a secretária do Planejamento e Gestão, Sandra Machado; o secretário dos Recursos Hídricos, Robério Monteiro; o secretário da Fazenda, Fabrizio Gomes; a secretária de Articulação Política, Augusta Brito; o presidente do Banco do Nordeste, Paulo Câmara; além de deputados estaduais, federais, prefeitos, vereadores e secretários municipais.

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Capital no Nordeste lança plano para ter 700 km de ciclovias

Uma capital no Nordeste deu um grande passo em direção a uma mobilidade mais sustentável e inclusiva. Isso porque o prefeito de Salvador, Bruno...