22 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioPolíticaMaranhão é o primeiro estado do Brasil em crescimento na pesquisa científica

Maranhão é o primeiro estado do Brasil em crescimento na pesquisa científica

O Maranhão continua a se posicionar como líder nacional no cenário da pesquisa, conforme dados divulgados pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e extraídos da plataforma SciVal.

Durante o período de 2020 a 2023, o Estado registrou um notável crescimento de 21,8% na produção científica, o mais expressivo entre todas as unidades federativas do Brasil.

- Continua depois da publicidade -

Este progresso é resultado direto dos investimentos direcionados pelo Governo do Estado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema).

Ao longo desse período, foram aplicados cerca de R$ 163 milhões nesse setor, com um plano de investimentos para o ano corrente alcançando a marca de R$ 64 milhões.

O governador Carlos Brandão destacou a importância desse avanço afirmando: “A ciência continua a prosperar no Maranhão. Somos o estado com o maior crescimento na produção científica entre 2020 e 2023, conforme indicado pela plataforma SciVal. Ao fortalecermos os investimentos na Fapema, alcançamos um aumento significativo de 21,8% em nossa produção”.

Benefícios do investimento em Ciência

O presidente do Confap, Odir Dellagostin, também enfatizou o reconhecimento da fundação maranhense nesse cenário, destacando os benefícios não apenas para a base acadêmica, mas também para o progresso econômico e social local. Seguindo o Maranhão nesse ranking de crescimento estão os estados de Roraima (14,4%), Rondônia (11%), Tocantins (7,8%) e Pará (2,5%), com outras unidades apresentando redução na produção científica.

A Fapema, por meio de uma série de medidas estratégicas e investimentos, tem fortalecido ainda mais esse cenário. Os recursos são direcionados para apoiar a formação de alto nível, lançar editais abrangentes e estimular a inovação nos negócios. A fundação também tem focado em ampliar a capacitação profissional e dos pesquisadores em diversas áreas do conhecimento, refletindo na qualidade e quantidade da produção científica.

LEIA TAMBÉM:
Setor de eventos ganhará programa com teto de R$ 15 bilhões
Estado do Nordeste aumenta em 140% número de açudes sangrando
Celebração do dia de São Jorge no Nordeste tem fé e tradições

Nordman Wall, presidente da Fapema, ressaltou que esse progresso é fruto de um esforço coletivo envolvendo instituições acadêmicas, pesquisadores, estudantes e o apoio essencial do Governo do Estado. Além disso, a fundação tem apoiado o avanço e a inovação nos negócios locais, reconhecendo a importância da pesquisa aplicada para o desenvolvimento econômico e social do Maranhão.

Com parcerias estratégicas com universidades, instituições de pesquisa, órgãos públicos e empresas, a Fapema busca promover a ciência e tecnologia local, potencializando os resultados que contribuem para o desenvolvimento sustentável do estado. Essas iniciativas fortalecem a base científica e tecnológica do Maranhão, colocando-o de forma competitiva no cenário nacional e internacional.

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Estado do Nordeste vai ter 1.200 casas programa Minha Casa, Minha Vida; saiba mais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou, nesta sexta-feira (21), do encerramento da 10ª Caravana Federativa em Teresina, Piauí, onde fez importantes anúncios...