19 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioAcontece no NordesteMDS inicia projeto para construir 42 mil cisternas no Nordeste

MDS inicia projeto para construir 42 mil cisternas no Nordeste

Em um esforço contínuo para promover a convivência sustentável com o Semiárido, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) deu início ao projeto que vai investir R$ 311 milhões na construção de mais de 42 mil cisternas no Nordeste.

A iniciativa em parceria com o Consórcio Nordeste, visa beneficiar famílias em situação de vulnerabilidade na região

Fortalecendo a Implementação do Programa

Para garantir a execução eficiente do Programa Cisternas, o MDS organizou a oficina “Programa Cisternas: Construindo Redes para a Implementação de Tecnologias Sociais de Acesso à Água”. O evento ocorreu nos dias 11 e 12 de junho na Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em Brasília. Na ocasião, reuniu gestores estaduais responsáveis pela implementação e monitoramento do programa. Desse modo, proporcionando um espaço para troca de experiências e construção de um processo colaborativo.

- Continua depois da publicidade -

De acordo com Camile Sahb, diretora de Promoção da Inclusão Produtiva Rural e Acesso à Água do MDS, é muito importante a parceria com os estados nordestinos. “Este é um momento crucial para a retomada do programa. No ano passado, contratamos cerca de 52 mil cisternas com a sociedade civil e agora estamos iniciando essa colaboração com os estados”, afirmou.

Propostas e Planejamento

Durante a oficina, os gestores estaduais apresentaram suas propostas e planos sobre como utilizarão os recursos e quais tecnologias sociais serão implementadas. Odaleia Severo, da Secretaria de Desenvolvimento do Ceará, enfatizou a importância do evento para a formação de uma rede de colaboração. “Antes mesmo de lançar o edital nos estados, estamos construindo processos coletivos. Esta rede é fundamental para compartilharmos experiências e superarmos desafios juntos”, explicou.

No Ceará, o novo convênio atenderá mais de 10 mil famílias, abordando a alta demanda por cisternas no estado. “A questão da água é um direito fundamental e um processo de cidadania”, concluiu Odaleia.

Integração e Monitoramento

O evento contou com painéis informativos sobre a implementação, monitoramento e integração do Programa Cisternas com outras iniciativas do MDS, como o Programa Fomento Rural. A troca de experiências e o diálogo entre os gestores estaduais e a equipe do ministério foram essenciais para fortalecer a rede de colaboração e garantir a eficácia das ações.

Clebio Coutinho, superintendente da Secretaria da Agricultura Familiar do Piauí, destacou os esforços concentrados em 30 municípios da região mais afetada pela seca, onde o regime pluviométrico é de apenas 600 milímetros por ano. A princípio, as iniciativas incluem acesso à água para consumo humano e produção de alimentos. “O programa vai além do consumo de água, focando também na produção. Ele é vital para quem vive no Semiárido e nunca teve acesso à água de qualidade”, afirmou Coutinho.

LEIA TAMBÉM:
IBGE: Paraíba lidera crescimento no Nordeste do Setor de Serviços
Médica do RN improvisa e salva bebê com embalagem de bolo
São João de CG tem recorde de público e a maior quadrilha do mundo
Nordeste dispara 3,2% e é a região que mais cresce no Brasil

Impactos Positivos na Saúde Infantil

A importância do Programa Cisternas é sublinhada por pesquisas como “Impactos do Programa Cisternas na Saúde Infantil”, que mostram que o acesso a cisternas está associado a melhores indicadores neonatais. Cada semana adicional de exposição à tecnologia de acesso à água resulta em um aumento de 1,7 gramas no peso do bebê ao nascer, indicando a relevância da água de qualidade para a saúde das crianças.

Em resumo, a oficina realizada pelo MDS representa um passo importante para a implementação eficaz do Programa Cisternas. Dessa forma, vai promover a colaboração entre estados e fortalecendo as ações de acesso à água no Semiárido. Ao mesmo tempo, vai melhorar a qualidade de vida e promover o desenvolvimento sustentável na região. Assim, o compromisso do governo e dos gestores estaduais é essencial para garantir o sucesso desta iniciativa vital para o Nordeste brasileiro.

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Projeto vai preservar manuscritos de José Américo de Almeida

Documentos manuscritos do renomado escritor e ex-ministro José Américo de Almeida estão sendo digitalizados por uma equipe de pesquisadores da Fundação Casa de José...