09 / 07 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioCotidianoNordeste tem 8 universidades em ranking mundial de produção científica

Nordeste tem 8 universidades em ranking mundial de produção científica

O Nordeste do Brasil está em destaque no cenário acadêmico global, com oito de suas universidades figurando no prestigiado ranking de produção científica da Universidade de Leiden. A edição de 2024 do ranking avaliou a produção científica entre 2019 e 2022, considerando 1.506 universidades de 72 países. Este reconhecimento evidencia a qualidade e o impacto das pesquisas realizadas na região.

As Universidades do Nordeste em Destaque

As universidades nordestinas listadas no ranking de Leiden, juntamente com suas respectivas posições, são:

- Continua depois da publicidade -
  1. Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – 592ª posição
  2. Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – 659ª posição
  3. Universidade Federal do Ceará (UFC) – 695ª posição
  4. Universidade Federal da Bahia (UFBA) – 796ª posição
  5. Universidade Federal da Paraíba (UFPB) – 844ª posição
  6. Universidade Federal de Alagoas (UFAL) – 1.438ª posição
  7. Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) – 1.290ª posição
  8. Universidade Federal de Sergipe (UFS) – 1.296ª posição

Essas instituições estão entre as do Nordeste que aparecem ranking. Ao todo, o levantamento mostra 1.500 universidades de todo o planeta. Desse modo, o resultado comprova a relevância da produção científica nordestina no cenário internacional.

O Prestigiado Ranking de Leiden

Criado pelo Center for Science and Technology Studies (CWTS) da Universidade de Leiden, o ranking é um dos mais respeitados rankings internacionais. Ele baseia sua avaliação na produção científica e em seu impacto, utilizando dados bibliométricos da Web of Science. O ranking de Leiden permite a seleção de indicadores bibliométricos sofisticados para gerar resultados e explorar os dados a partir de diferentes perspectivas.

Melhores do Mundo

Nas 10 primeiras colocadas no ranking geral, a China domina com ampla vantagem e a única universidade da América que aparece é a de Havard, nos Estados Unidos.

UniversityPP(top 10%)PP(top 10%)
Zhejiang Univ, China37,4574,66312.4%
Harvard Univ, United States36,6547,22019.7%
Shanghai Jiao Tong Univ, China35,3734,18911.8%
Sichuan Univ, China29,5363,09910.5%
Cent S Univ, China27,6153,24411.7%
Huazhong Univ Sci & Technol, China27,5493,64413.2%
Sun Yat-sen Univ, China25,8582,97511.5%
Univ Toronto, Canada25,4393,35213.2%
Xi’an Jiaotong Univ, China24,5742,72911.1%
Tsinghua Univ, China24,5743,84115.6%
Legenda P = número de publicações
P(top 10%) = Publicações em destaque por área
PP(top 10%) = Propotção das publicações que se destacam por áreaImpacto e Relevância

A princípio, a presença das universidades nordestinas no ranking de Leiden é um marco significativo. Desse modo, destaca a excelência acadêmica e a importância das pesquisas realizadas na região. Ao mesmo tempo, este reconhecimento não só eleva o prestígio das instituições envolvidas, mas também incentiva a continuidade e o desenvolvimento de pesquisas de alto impacto no Nordeste brasileiro.

Em resumo, o desempenho notável das universidades do Nordeste reforça a capacidade da região de contribuir significativamente para o avanço científico global. Dessa forma,  demonstra que a ciência brasileira está em franca ascensão e desempenhando um papel crucial na produção de conhecimento de relevância mundial.

Texto: Eliseu Lins
Foto: UFPE

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Caso do Vinho Pêra Manca: baianos viralizam em ‘dia de riqueza’

No último domingo (7), quatro amigos se reuniram para jantar em um restaurante em Salvador, Bahia, e protagonizaram uma situação inusitada que viralizou no...