22 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioEconomiaCom 900 km de praia, Bahia quer liderar setor de pesca

Com 900 km de praia, Bahia quer liderar setor de pesca

Nos dias 10e 11 de novembro encontro discute o Setor em Salvador

A Bahia é um estado privilegiado pela natureza, com mais de 900 quilômetros de praias, a maior extensão litorânea do País. Além disso, possui uma grande diversidade de ecossistemas aquáticos, como rios, lagos, açudes, barragens e estuários. Essas características fazem da Bahia um território com alto potencial para a produção de pescado, tanto da pesca extrativa quanto da aquicultura. Por isso que o estado mira liderar o setor no Brasil

No entanto, apesar de ser a maior consumidora de pescado no Brasil, a Bahia ainda importa de outros estados boa parte do peixe que consome. Além disso, os dados sobre a produção e o número de profissionais envolvidos na atividade são imprecisos e desatualizados. Esses são alguns dos desafios que o setor enfrenta para se desenvolver e gerar mais renda e qualidade de vida para os trabalhadores.

- Continua depois da publicidade -

Para discutir essas questões e buscar soluções conjuntas, nos dias 10 e 11 de novembro serão realizados em Salvador o 19º Encontro de Pescadores e Aquicultores na Bahia e o 1º Fórum Nacional da Pesca e Aquicultura. Os eventos vão acontecer no Cerimonial Rainha Leonor (Pupileira), na avenida Joana Angélica, em Nazaré, Centro da capital baiana.

LEIA TAMBÉM:
Capital do Nordeste pode mudar de nome em breve
Fruta do Nordeste vira polêmica na TV e viraliza

A estimativa é reunir cerca de 1,5 mil participantes de todo o estado, entre trabalhadores da pesca, lideranças, empresários, gestores e representantes do poder público. O objetivo é debater os principais problemas que afetam o setor, como a falta de políticas públicas de ordenamento e incentivo da atividade, o acesso a linhas de crédito compatíveis com a realidade dos pescadores, a capacitação profissional, a diminuição das espécies, os baixos níveis de água doce e a poluição ambiental.

Condições de liderar

O presidente da Federação Baiana dos Trabalhadores de Pesca e da Aquicultura (Febape), Antônio Carlos Teixeira, o “Carlinhos da Pesca”, 54 anos, com 20 anos de experiência no ramo, destaca que a Bahia tem condições de ser a maior produtora de pescados do Brasil, tanto da pesca de captura quanto da aquicultura, que é o cultivo racional de organismos aquáticos em ambiente confinado e controlado.

Segundo ele, a aquicultura é uma atividade que vem crescendo no estado, com grande diversidade na produção de peixes, crustáceos e moluscos. O destaque é a produção de tilápia, que responde por uma parcela significativa do pescado na Bahia.

LEIA TAMBÉM:

Capital do Nordeste pode mudar de nome em breve
Nordeste lidera novas rotas com 62 voos só na alta temporada
Nordeste tem maior cidade do Brasil com tarifa zero no transporte
O plano de transformar os tubarões de PE em atração turística

“Apesar de possuir a maior faixa litorânea do Brasil, cerca de 14% de toda costa Brasileira, e também a maior extensão ribeirinha no Rio São Francisco – mais de mil quilômetros –, além de grandes açudes e barragens, e de ser a maior consumidora de pescado no Brasil, a Bahia importa mais de 80% do pescado que consome”

, afirma Carlinhos.

Novas políticas públicas

Ele ressalta que o setor precisa de novas políticas públicas que valorizem e apoiem os trabalhadores da pesca e da aquicultura. “São alguns pontos que julgamos necessários para desenvolver a atividade e possibilitar uma melhoria da qualidade de vida da categoria”, explica.

Ele cita ainda a necessidade de investimento na renovação e manutenção das embarcações pesqueiras. “O investimento, a abertura de crédito para renovação e manutenção de embarcações é uma das principais demandas dos trabalhadores. É preciso desburocratizar essa área. Infelizmente, o comércio ainda enxerga embarcação e outros itens como equipamentos para ricos”, conta.

De acordo com o presidente da Febape, existem entre 130 mil e 140 mil profissionais da pesca cadastrados no estado, mas o número é impreciso devido a outras questões (como o caso de trabalhadores que deixam de formalizar a atuação profissional, por conta do recebimento de auxílios governamentais, entre outros).

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Estado do Nordeste vai ter 1.200 casas programa Minha Casa, Minha Vida; saiba mais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou, nesta sexta-feira (21), do encerramento da 10ª Caravana Federativa em Teresina, Piauí, onde fez importantes anúncios...