05 / 06 / 2024

O Nordeste Está Aqui!

InícioCotidianoNordeste terá mais calor e chuvas abaixo da média no outono

Nordeste terá mais calor e chuvas abaixo da média no outono

Com a chegada do outono no Hemisfério Sul, os nordestinos já se preparam para uma temporada mais quente. De acordo com previsões do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), os meses de abril, maio e junho serão de temperaturas mais elevadas do que a média registrada nos últimos anos na região. Além disso, as chuvas devem ficar abaixo da média.

E justamente essa diminuição nas precipitações que preocupa. A escassez de chuvas durante o outono deve ocorrer na maior parte do Nordeste. No Matopiba, região que abrange áreas do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, a previsão de chuvas abaixo da média pode impactar negativamente os níveis de água no solo. Isso, por sua vez, pode prejudicar o plantio e as fases iniciais dos cultivos de segunda safra na região.

- Continua depois da publicidade -
A agricultura é o setor que mais sofre com a falta de chuvas.

LEIA TAMBÉM:
Ovo de Páscoa nordestino conquista a internet
Aeroporto Internacional de João Pessoa inaugura ampliação
Nordeste é destaque em ranking de capacidade financeira
Governo Federal vai ajudar oito cidades do Nordeste; entenda

Temperatura pode subir até 2 graus no outono

Além disso, este outono será de enfraquecimento do fenômeno El Niño, contribuindo para temperaturas acima da média em todo o país. Em algumas áreas, os termômetros podem registrar até 1 ou 2 graus Celsius acima da média durante todo o período. As diferenças de temperatura durante este outono também podem ser culpa do aquecimento global.

À medida que o outono avança, há a possibilidade de formação do fenômeno La Niña, que se intensificará no segundo semestre. Caracterizado pelo resfriamento das águas do Oceano Pacífico, o La Niña tende a trazer chuvas acima da média para as regiões Norte e Nordeste do Brasil.

A hidratação é o caminho mais correto para evitar problemas com o calor excessivo.

LEIA TAMBÉM:
Ranking revela estados que mais geram empregos no Nordeste
IBGE: estados do Nordeste lideram altas no setor de Serviços
Rio Grande do Norte tem o maior fluxo turístico dos últimos 7 anos
Sergipe sai na frente e lança programação do São João

Em suma, com essas perspectivas em mente, os habitantes do Nordeste se preparam para enfrentar um outono de muito calor. Desse modo, adaptando às condições climáticas e buscando maneiras de mitigar os possíveis impactos em diferentes setores da vida cotidiana.

Período do OutonoObservações
20 de março a 21 de junho– Início do outono no Hemisfério Sul à 0h06 (horário de Brasília) desta quarta-feira (20). – O período vai até o dia 21 de junho.
– O período será de enfraquecimento do fenômeno El Niño
– Ao mesmo tempo, a previsão é de temperaturas acima da média histórica no Nordeste.
Previsões– Previsão do Inmet e do Inpe: abril, maio e junho serão mais quentes comparados com a média dos últimos nos.
– Algumas áreas podem ter temperaturas 1 ou 2 graus acima da média
A causa– Segundo a coordenadora-geral do Inmet, Márcia Seabra, as diferenças de temperatura têm explicação pelo aquecimento global, independente do fenômeno El Niño ou La Niña.

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Conheça a startup nordestina que ajuda a realizar cirurgias

A startup maranhense Syn Saúde está revolucionando o acesso a cirurgias eletivas no Brasil. Fundada em 2021 por Ana Lemos e Dener Zandonadi, a empresa atua como uma facilitadora, conectando hospitais,...