28 / 02 / 2024
InícioEconomiaO Nordeste e o Hidrogênio Verde; estimativas falam em 107 gigawatts em...

O Nordeste e o Hidrogênio Verde; estimativas falam em 107 gigawatts em potencial

As formas de energias denominadas “Verdes” é um caminho sem volta no mundo e o Brasil é pode vir a ser uma das maiores potencias do mundo do setor. O Brasil tem as condições únicas para ser um grande produtor de hidrogênio verde, como a abundância de água doce e salgada e o potencial hidrelétrico e eólico.

Atualmente, a China lidera com 30% da produção mundial, enquanto o Brasil participa com menos de 1%, sem contar projetos em implementação e novos investimentos que estão chegando principalmente no Nordeste.

- Continua depois da publicidade -

Nordeste já tem potencial de 107 gigawatts para produção de hidrogênio verde, avalia especialistas do setor, mas, o aumento da produção, contudo, esbarra na ausência de regulação, definição de um mercado consumidor e incentivos públicos que amplifique todo esse potencial. Segundo o setor, Nordeste é uma potência estratégica no que diz respeito a coeficiente considerável nesta conta: a logística. Afinal, há uma proximidade com os potenciais importadores do H2V, localizados do outro lado do Atlântico, os países europeus.

ANP, Senado e Câmara prometem ainda para 2023 coloca na pauta a regulamentação do setor. Como parte dessa estratégia, a ANP instituiu um grupo de trabalho para debater e definir a estratégia da agência no âmbito do Programa Nacional de Hidrogênio (PNH2), em elaboração, A agência também acompanha o andamento do projeto de lei (PL) 1878/2022 – que cria a política que regula a produção e uso para fins energéticos do hidrogênio verde, em tramitação na comissão especial – e do PL 725/22, que disciplina a inserção do hidrogênio verde como fonte de energia no Brasil e estabelece parâmetros de incentivo ao uso do hidrogênio sustentável. O texto, que tramita na Comissão de Meio Ambiente (CMA), é de autoria do ex-senador Jean Paul Prates, atual presidente da Petrobras.

LEIA TAMBÉM
Eclipse Solar fará ‘show especial’ no céu de 5 cidades do Nordeste
Nordeste mostra sua diversidade com os indicados ao Grammy Latino
Estado do Nordeste vai receber 1 milhão de turistas e R$ 2 bi na economia na alta temporada
Estado do Nordeste vai puxar o crescimento do Brasil em 2023
NORDESTE DE OLHO: projeção de crescimento da economia no Brasil dispara

VOCÊ O QUE O HIDROGENIO VERDE?

O hidrogênio é combustível visto como peça importante para o futuro da humanidade. Ele é chamado de verde pois o processo de produção usa somente energia limpa. Temos ainda o hidrogênio cinza produzido a partir de combustíveis fósseis e o hidrogênio azul, vindo quando a produção vem do gás natural e há captura e armazenamento de carbono.

LEIA MAIS
Você conhece o hidrogênio verde? Entenda como esse novo combustível está impactando o Nordeste

PORQUE O NORDESTE TEM GRANDE POTENCIAL PARA O HIDROGÊNIO VERDE?

Cais-do-porto-do-Pecem-Foto-CIP

O Nordeste brasileiro possui um enorme potencial em energia verde por uma série de razões geográficas e climáticas, bem como pela disponibilidade de recursos naturais. Algumas das principais razões incluem:

Irradiação Solar: A região do Nordeste possui uma das maiores incidências de radiação solar do Brasil, o que a torna propícia para a geração de energia solar. A alta irradiação solar ao longo do ano é um fator determinante para a viabilidade e eficiência de sistemas fotovoltaicos.

 

Vento e Energia Eólica: O litoral nordestino é caracterizado por ventos fortes e constantes, especialmente na costa atlântica. Essas condições tornam a região uma das mais favoráveis para a geração de energia eólica no país.

 

Biomassa e Resíduos Agrícolas:  

O Nordeste possui uma rica base agrícola e agroindustrial, o que gera uma quantidade significativa de resíduos agrícolas e de biomassa. Esses materiais podem ser transformados em biogás, biodiesel e outros biocombustíveis, contribuindo para a geração de energia limpa.

 

Potencial Hidrelétrico: Apesar de o potencial hidrelétrico na região não ser tão explorado quanto em outras partes do Brasil, existem projetos de pequenas e médias hidrelétricas, especialmente nos rios da bacia do São Francisco.

 

Geotermia: A região possui zonas com potencial para aproveitamento de energia geotérmica, especialmente nas áreas de atividade vulcânica, embora essa fonte ainda não tenha sido completamente explorada.

 

Rede de Transmissão: O Nordeste possui uma boa infraestrutura de transmissão de energia, o que facilita a integração e distribuição de energia gerada a partir de fontes renováveis.

 

 

Compromisso com a Sustentabilidade:

Tanto governos locais quanto a população têm demonstrado um interesse crescente em fontes de energia limpa e sustentável. Isso tem impulsionado investimentos e políticas voltadas para o desenvolvimento de energias renováveis na região.

 

Benefícios Socioeconômicos: A expansão do setor de energias renováveis no Nordeste também traz consigo benefícios econômicos e sociais, incluindo a geração de empregos, a diversificação da economia e a redução da dependência de fontes de energia não renováveis.

 

REDAÇÃO

Siga-nos no Instagram @portalne9!
Participe do nosso grupo no Telegram!
Participe do nosso grupo no WhatsApp!

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Mais Lidas

- PUBLICIDADE -

Concursos e Empregos

Recife vai sediar os circuitos Brasileiro e Mundial de Vôlei de Praia

O Recife, conhecido também como uma capital dos esportes, será o palco de dois grandes eventos de vôlei de praia neste mês de março,...